O governo da Argentina propôs ontem uma reunião urgente do Mercosul para que os países do bloco discutam a adoção de medidas coordenadas para enfrentar a crise internacional. Impulsionamos um encontro do Conselho do Mercado Comum do Mercosul, que é a reunião dos ministros de Relações Exteriores e dos ministros da economia (do bloco), afirmou o chanceler argentino, Jorge Taiana, em entrevista ao canal de televisão C5N.

"Parece óbvio que estamos vivendo momentos muito difíceis e precisamos trocar opiniões." As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.