Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina proíbe lâmpadas incandescentes a partir de 2011

Buenos Aires, 21 jan (EFE).- A Argentina proibirá a partir de 2011 importar e comercializar lâmpadas incandescentes a fim de economizar energia, conforme estabelece uma lei federal que entrou em vigor hoje a partir de sua publicação no Diário Oficial.

EFE |

A lei, apresentada pelo Governo Federal aprovada no mês passado pelo Parlamento, faz parte do Programa de Uso Racional da Energia Elétrica, elaborado pelas autoridades para reduzir o consumo.

No final de 2007, o Executivo convocou os argentinos a substituir voluntariamente em suas casas as lâmpadas incandescentes por outras de baixo consumo, das quais entregou 25 milhões de unidades gratuitamente.

A lei aprovada no mês passado estabelece que o Governo poderá ditar medidas para facilitar a importação de lâmpadas de baixo consumo, seus componentes ou o equipamento necessário para sua produção, reduzindo ou liberando encargos e tributos. EFE hd/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG