Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina pagará dívida com Clube de Paris com reservas do BC

SÃO PAULO - A dívida da Argentina de US$ 6,7 bilhões com o Clube de Paris será paga com reservas do Banco Central argentino, anunciou nesta terça-feira a presidente argentina Cristina Kirchner.

Valor Online |

Assim como ocorreu com o pagamento do passivo ao Fundo Monetário Internacional (FMI) em 2005, Cristina indicou que os compromissos devidos principalmente com a Alemanha, Japão, Holanda, Itália, Espanha e Estados Unidos serão honrados com os fundos da entidade sob o comando de Martín Redrado.

Nas últimas semanas, recordou o jornal La Nación, as agências classificadoras de risco tinham rebaixado a nota da dívida argentina, o que elevou o risco-país e advertências de bancos de investimento em Wall Street e do FMI sobre um possível default argentino.

Isto reafirma, uma vez mais, a vontade da Argentina de pagar seus compromissos internacionais por parte de uma gestão que não contraiu nenhuma dessas dívidas, sustentou Cristina. Isto busca ordenar estrategicamente o país, acrescentou.

A dirigente argentina lembrou que 45% da dívida é anterior a 10 de dezembro de 1983 e 87% do total são devidos a seis países.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG