Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina empreende estatização de 10 fundos de pensão

O sistema de previdência privada da Argentina foi estabelecido em 1994, quando foi aprovado por uma lei do Parlamento, e conta com cerca de 9,5 milhões de trabalhadores afiliados, embora apenas 3,6 milhões contribuam efetivamente com as Administradoras de Fundos de Aposentadorias e Pensão (AFJP).

AFP |

- São dez AFJP, das quais oito pertencem a bancos comerciais, uma é da estatal Banco Nación e outra de uma entidade bancária cooperativa.

- As AFJP captam anualmente 4,6 bilhões de dólares em contribuições, e administram investimentos em pesos equivalentes a cerca de 30 bilhões de dólares.

- Têm 55,5% de seus investimentos em bônus do Estado, 11% em ações da Bolsa e 7,47% em prazos fixos, entre outros.

- Dos trabalhadores argentinos, 53% contribuem com o sistema privado, 27%, com o regime estatal de divisão, enquanto que o restante é autônomo.

- Trabalham nas AFJP quase 8.000 funcionários.

Fonte: Administradora Nacional de Segurança Social (Anses)

lt/dm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG