Tamanho do texto

O dólar deixa de ser a moeda oficial de troca no comércio entre Brasil e Argentina a partir de segunda-feira. A oficialização do Sistema de Pagamentos em Moeda Local (SML) - tendo o peso e o real como moedas -, ocorrerá na sexta-feira, em Buenos Aires, com presença dos presidentes dos Bancos Centrais do Brasil, Henrique Meirelles, e da Argentina, Martín Redrado.

O objetivo é reduzir custos nessas operações. O SML é opcional e terá uma taxa de câmbio de referência dos dois países, fixada diariamente. Começará com a participação dos bancos com agências nos dois países. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.