Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Argentina começa a regularizar dívida com credores estrangeiros

A Argentina dará início na quarta-feira a uma operação para regularizar parte de sua dívida com credores estrangeiros, no valor de 2,386 bilhões de dólares, anunciou nesta terça-feira o chefe de Gabinete do governo, Sergio Massa.

AFP |

"Estamos otimistas de que conseguiremos um bom resultado com esta negociação", afirmou Massa, ao explicar detalhes da operação, que envolverá fundos negociáveis em poder dos credores estrangeiros no valor de 8,4 bilhões de pesos (2,386 bilhões de dólares) e deve ser concluída no dia 27 de fevereiro.

Massa, que fez o anúncio ao lado do secretário das Finanças Hernán Lorenzino na Casa Rosada, destacou que "num momento de profunda crise financeira, a Argentina mostra liquidez para o pagamento de suas dívidas".

A operação negociará títulos denominados Empréstimos Garantidos (PG, na sigla em espanhol), emitidos pelo governo do presidente conservador Fernando De la Rúa (1999-2001), pouco antes de sua queda em meio aos protestos populares que dominaram o país na época.

A Argentina declarou a maior moratória da história contemporânea em 2001, conseguindo, porém, a adesão de 76,15% dos credores para normalizar os pagamentos de 81,8 bilhões de dólares quatro anos depois.

lt/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG