Ribeirão Preto, SP, 28 - A área da safra de verão 2008/2009 em São Paulo deve crescer 4,4% em relação à 2007/2008, de acordo com o primeiro levantamento de intenção de plantio, divulgado hoje pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura. Os agricultores paulistas devem cultivar 1,4 milhão de hectares para as sete principais culturas do Estado, ante 1,3 milhão de hectares da safra passada.

O destaque é para o plantio de feijão das águas, cuja área deve crescer 32,3% e chegar a 85,3 mil hectares, o que pode ser explicado, principalmente, pelo aumento da demanda e os preços bons do produto no varejo. A intenção de plantio de milho na safra de verão aponta para uma área de 685 mil hectares, 4,8% superior à do ciclo anterior.

A perspectiva de boas condições climáticas para o desenvolvimento da cultura, a alta do dólar e os bons preços praticados no mercado externo explicam o acréscimo, de acordo com o IEA. A cultura irrigada de milho permanece com números muitos próximos aos apresentados ao final da safra passada, ocupando 35,2 mil hectares no Estado.

Já para a soja, há a expectativa de um crescimento na área de 2,1% em comparação com a safra passada e a cultura deve ocupar cerca de 464,9 mil hectares em São Paulo em 2008/2009.

Quedas

O desempenho deve ser negativo, no entanto, para o amendoim das águas e o arroz. No caso do amendoim das águas, a área deve cair 3,4% e chegar a 63,8 mil hectares. A falta de chuva atrasou plantio em algumas áreas de renovação de canaviais, o que deve reduzir o cultivo, por conta do ciclo de produção do amendoim.

Entretanto, o quadro ainda pode ser revertido, de acordo com o IEA, pois a exportação se mantém em alta e incentiva produtores. A área de arroz sequeiro, várzea e irrigado, apresenta redução de 1,2% na intenção de plantio em São Paulo, para 20,4 mil hectares.

A expectativa aponta ainda para uma redução de 6,2% na área de algodão, atingindo 21,4 mil hectares, e de um aumento de 8,4% na área de batata das águas, para 10,3 mil hectares.

Safra de Inverno

O IEA divulgou ainda os dados finais das culturas de inverno da safra 2007/2008, com destaque para o trigo, que registrou aumento de 76,2% na área de cultivo em São Paulo, saltando de 40,8 mil hectares para 71,9 mil hectares. A produção foi recorde, com crescimento de 108,2% e 195,5 mil toneladas. O triticale cresceu 60% em área, para 24,2 mil hectares, e 90% em produção, para 68,6 mil toneladas.

Além do trigo, o feijão de inverno obteve um aumento de 13% na produção, com 88 mil toneladas colhidas, para uma área de 46 mil hectares, 8,5% maior em relação à safra passada. O milho safrinha apresentou crescimento de 27,3% na produção, chegando a 1 milhão de toneladas, graças ao aumento na produtividade, pois a área paulista ficou praticamente estável em 245 mil hectares.

Cana

O quarto levantamento da safra de cana-de-açúcar do Estado de São Paulo aponta para um aumento do volume de 18,3%, totalizando 387,5 milhões de toneladas na safra 2008/2009 da cultura, ante 327,7 milhões de toneladas em 2007/2008. Segundo dados da Secretaria de Agricultura do Estado, a área de produção é de 4,5 milhões de hectares e outros 727 mil hectares correspondem a áreas novas, ou seja, ainda não tiveram o primeiro corte.

O levantamento de safra foi realizado durante o mês de setembro pelas equipes da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e o IEA, órgãos da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.