Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ArcelorMittal pretende cancelar 9.000 empregos

Ante o desmoronamento da demanda de aço devido à crise econômica, o primeiro grupo siderúrgico mundial ArcelorMittal anunciou nesta quinta-feira que poderia suprimir até 9.000 postos de trabalho, ou seja 3% de seu pessoal. Só a Europa perderia 6.000 vagas; as outras 3.000 seriam, essencialmente, nos Estados Unidos.

AFP |

Para isso, seriam incentivadas as chamadas "demissões voluntárias", essencialmente nos setores não-produtivos (vendas, administração, serviços gerais), assegurou a direção do grupo, citando "a crise econômica".

A ArcelorMittal nasceu da fusão, em 2006, do grupo europeu Arcelor com o indiano Mittal Steel; recentemente, fixou como objetivo reduzir suas despesas em um bilhão de dólares (775 milhões de euros) em categorias não-produtivas.

O grupo emprega 40.000 persoas nestas categorias, segundo os sindicatos.

vp-cm/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG