Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ArcelorMittal planeja demitir 9 mil no mundo

A ArcelorMittal, maior grupo siderúrgico do mundo, anunciou ontem o lançamento de um programa global de desligamento voluntário que poderá envolver até 9 mil funcionários, ou cerca de 3% da força de trabalho mundial do grupo. Isso deverá ajudar a companhia a reduzir US$ 1 bilhão em gastos.

Agência Estado |

De acordo com a empresa, os cortes se concentrarão primeiramente em empregos não ligados à produção e sobretudo nas áreas de vendas, geral e administrativa.

A situação da ArcelorMittal reflete a retração da demanda por aço e o aumento dos estoques em todo o mundo. A mudança de cenário ocorreu com muita rapidez. Em agosto, por exemplo, a empresa havia anunciado um plano de investir US$ 1,6 bilhão para aumentar a capacidade de produção de aços longos no Brasil em 65%, para 6,5 milhões de toneladas. No entanto, a retração das encomendas já obriga as empresas a reduzirem o ritmo de produção e poderá comprometer os cronogramas de investimento anunciados neste ano.

No Brasil, a empresa começa a intensificar os ajustes. O grupo já deu férias coletivas a 1,105 mil funcionários nas unidades de aços longos de João Monlevade e Juiz de Fora, em Minas Gerais, segundo informações dos sindicatos locais, que foram confirmadas pela companhia. A empresa tem, no total, 15,97 mil empregados no País, sem incluir a operação de aço inox.

Na usina da ArcelorMittal em João Monlevade, a empresa concedeu férias a 390 pessoas, sendo que 179 empregados do laminador e áreas de apoio entraram em férias no último dia 25 e retornarão a partir de 9 de dezembro. Outros 211 funcionários da mesma área terão férias de 12 a 31 de dezembro.

Na unidade de Juiz de Fora, a empresa concederá férias coletivas para 715 funcionários, equivalente a 65% dos seus 1,1 mil empregados, a partir de 10 de dezembro. A retomada das operações está prevista para 2 de janeiro. A atual capacidade instalada da unidade é de 1 milhão de toneladas de aço ao ano. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Juiz de Fora, as férias devem durar 20 dias.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG