Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aracruz PNB reduz alta, mas ainda lidera o Ibovespa

As ações preferenciais de classe B (PNB) da Aracruz Celulose subiram mais de 25% no início do pregão da Bolsa de Valores de São Paulo hoje. Às 10h50, os papéis haviam reduzido a alta para 17,99%, a R$ 4,00, mas ainda lideravam a lista de maiores altas do índice Bovespa.

Agência Estado |

O Ibovespa registrava ganho de 4,73% a 42.758 pontos, no mesmo horário.

A Aracruz informou hoje que resolveu cancelar o crédito e o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 84 milhões, previsto para ocorrer a partir de 15 de outubro. Segundo a empresa, a decisão da diretoria da empresa foi decorrente dos problemas enfrentados pela companhia com operações de derivativos e em meio ao "atual cenário nacional e internacional".

No último dia 25, a Aracruz informou que a exposição da empresa a derivativos foi "fortemente influenciada" pela valorização das cotações do dólar, sobretudo em setembro, e que ela poderia ter excedido os limites previstos na sua política financeira. O então diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Isac Zagury, apresentou pedido de licença do cargo. Uma semana depois, em 2 de outubro, a Aracruz informou que a consultoria contratada para analisar as operações com derivativos da empresa apurou que o valor justo de seus contratos estava negativo em cerca de R$ 1,95 bilhão em 30 de setembro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG