Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aracruz deve refinanciar perdas nos próximos dias, prevê Mantega

SÃO PAULO - A Aracruz deve solucionar nos próximos dias o problema de crédito para equacionar o prejuízo bilionário por conta de operações com derivativos de câmbio. A informação foi dada hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que disse que a economia brasileira estaria apta a absorver com tranqüilidade um rombo de até US$ 20 bilhões em perdas das empresas com este tipo de instrumento financeiro.

Valor Online |

Ele fez questão de salientar, no entanto, que o governo não irá ajudar essas empresas a cobrir seus prejuízos. "As empresas que ousaram terão que pagar por sua ousadia", disse o ministro. Porém, Mantega lembrou que as companhias expostas aos chamados "derivativos exóticos" irão precisar de crédito para zerar os prejuízos e que o papel do governo é irrigar o mercado para que o funding possa ser oferecido.

Sem revelar projeções, Mantega disse acreditar que as perdas anunciadas por Votorantim (R$ 2 bilhões), Aracruz (R$ 1,9 bilhões) e Sadia (R$ 7,65 milhões) são as maiores do país e que, segundo ele, os "casos menores" estão sendo negociados "em condições normais".

Mantega informou ainda que o governo vem solicitando informações para a Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F), Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) e bancos de empresas na busca do valor total das perdas com derivativos, montante ainda desconhecido.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG