Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aquisição faz BB reequilibrar o jogo entre grandes bancos, diz Mantega

BRASÍLIA - A compra da Nossa Caixa pelo Banco do Brasil (BB) equilibra o jogo entre os grandes bancos brasileiros, pois aumenta a competição e amplia a presença do BB na capital paulista, avaliou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele afirmou ainda que o BB poderá fazer novas compras, acentuando que o fortalecimento dos bancos oficiais beneficia o escoamento do crédito.

Valor Online |

"Nós vimos que é importante, em um momento de crise financeira como essa, termos bancos públicos fortes e importantes, porque eles não sofrem nenhuma restrição de crédito. Pelo contrário, eles podem até acrescentar mais crédito e ajudam a manter o mercado mais sólido", comentou o ministro.

Na mesma linha propagada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de manutenção do gigantismo e da retomada de liderança do BB no mercado, Mantega afirmou que "essa aquisição é positiva, pois os bancos privados estão crescendo no Brasil".

Ele citou que, com a fusão entre o Itaú e o Unibanco, "o BB passou para a terceira posição, e com esta aquisição, ele fica na segunda posição e vamos continuar trabalhando com bancos públicos sólidos, aumentando o crédito e baixando a taxa de juro", declarou.

Mantega disse que o banco paulista acresce cerca de R$ 50 bilhões aos ativos do BB. "É um banco respeitável, está entre os 20 maiores do mundo", continuou, sobre a posição do banco federal. E disse que as cerca de 300 agências da Nossa Caixa em São Paulo ampliam a presença do BB no estado, "que era pequena".

O ministro da Fazenda disse ainda que o BB está autorizado a fazer outras aquisições: "Mas nesse caso, se houver necessidade, será para ajudar o setor privado, algum banco. Eles estão vendendo carteiras, já venderam algumas carteiras, mas se houver alguma necessidade, ele está autorizado a comprar algum banco aprovado, mas não há nada definido", completou.

(Arnaldo Galvão | Valor Econômico, para o Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG