San Francisco, 21 jan (EFE).- A Apple informou hoje que, no último trimestre de 2008, o primeiro de seu atual ano contábil, seu lucro líquido cresceu quase 2% em relação ao mesmo período de 2007, para US$ 1,610 bilhão.

No mesmo trimestre, a receita da empresa aumentou 6% e atingiu a soma recorde de US$ 10,170 bilhões.

Os números apresentados são melhores que os previstos pelos especialistas, que esperavam uma diminuição no lucro devido aos efeitos da crise econômica e à queda do consumo.

"Para o segundo trimestre de nosso ano contábil, esperamos entre US$ 7,6 bilhões e US$ 8 bilhões de receita e de US$ 0,90 a US$ 1 de lucro por ação", disse Peter Oppenheimer, diretor de finanças da Apple.

Entre outubro e dezembro de 2008, a Apple vendeu 2,52 milhões de computadores Macintosh, 9% a mais que um ano antes.

Já as vendas de iPod totalizaram 22,72 milhões de unidades (+3%), enquanto as do iPhone cresceram 88%, para 4,36 milhões de aparelhos.

Steve Jobs, executivo-chefe da Apple e que se afastou da empresa devido a problemas de saúde, disse em nota que "mesmo em um momento economicamente difícil" estava "encantado em poder comunicar os melhores resultados trimestrais" da história da empresa. EFE pg/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.