Vamos ver , diz Lula sobre tarifas de Itaipu - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vamos ver, diz Lula sobre tarifas de Itaipu

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao ser questionado sobre a possibilidade real de o governo brasileiro discutir o contrato da hidrelétrica de Itaipu com o Paraguai, limitou-se a afirmar: Vamos ver. Lula participou hoje da posse de Fernando Lugo na presidência do Paraguai.

Agência Estado |

Apesar da pressa do governo vizinho, as negociações só devem começar quando Lugo visitar o Brasil. O convite foi feito hoje, durante a cerimônia de cumprimentos, e deve ser aceito logo.

"Vamos ver qual é a demanda deles. Mas qualquer aumento de tarifa que incidir em um aumento de energia para o povo brasileiro, aí fica complicado", afirmou Lula em uma rápida entrevista, pouco antes de embarcar de Assunção de volta para o Brasil. O presidente voltou a dizer que o Brasil tem "uma responsabilidade com os Países da América do Sul", sobretudo na tarefa de ajudar os mais pobres.

"O que for possível negociar, nós vamos negociar porque queremos ajudar o Paraguai a melhorar a situação do seu povo", garantiu. No entanto, Lula se esquivou de dar respostas diretas às demandas repetidamente citadas pelos paraguaios, alegando não saber exatamente quais são. Na verdade, o secretário especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, esteve em Assunção há duas semanas justamente para debater esses pedidos.

Os paraguaios acusam o Brasil de "exploração" ao pagar menos de US$ 3 por megawatt de energia produzida por Itaipu, não usada por eles e revendida para o Brasil. Na realidade, o valor é bem maior, US$ 45. No entanto, desse valor se subtrai o pagamento da dívida contraída pelo Paraguai junto ao Brasil durante a construção da usina e que ainda não foi totalmente paga. O governo brasileiro não está disposto a pagar mais pela energia e nem liberar os paraguaios para vender o excedente para outros, outro ponto que o governo vizinho quer renegociar.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG