O pior ainda está por vir , afirma o chefe dos economistas do FMI - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

O pior ainda está por vir, afirma o chefe dos economistas do FMI

A crise financeira e suas repercussões poderão se agravar ainda mais, considerou o economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Olivier Blanchard, que considerou que a situação vai melhorar a partir de 2010, em declarações à imprensa suíça.

AFP |

"O pior ainda está por vir", afirmou Blanchard em uma entrevista ao jornal econômico suíço Finanz und Wirtschaft, antes de acrescentar que "será necessário muito tempo para que a situação se normalize".

"Até o final do ano que vem, o crescimento será pela primeira vez levemente mais elevado que no trimestre anterior", destacou o economista francês, que permanecerá no posto até o final de maio.

O crescimento econômico deverá se restabelecer a partir de 2010 e a situação se normalizará em 2011, acrescentou.

O FMI, que se declarou disposto a auxiliar a Letônia para que este país saia da crise, já apoiou vários países atingidos pela tempestade financeira, em particular Islândia, Hungria, Ucrânia, Sérvia e Paquistão.

Blanchard advertiu que o FMI não poderá respaldar todas as situações, em especial aquelas referentes à falta de liquidez.

As retiradas de capitais que geram problemas de liquidez, "podem ser tão grandes, que o FMI por si só não poderá contê-las", disse Blanchard, antes de acrescentar que a retirada maciça de investimentos dos países emergentes representaria "centenas de bilhões de dólares".

"Não temos esse dinheiro e nunca tivemos", disse.

Dos 250 bilhões de dólares (199,8 bilhões de euros) que o FMI possui -o Japão contribuiu com mais 100 bilhões- o Fundo gastou nas últimas duas semanas 50 bilhões, indicou Blanchard.

Ele aconselhou os bancos centrais a baixar as taxas de juros para enfrentar a crise.

Os bancos centrais "deveriam aproximar de zero as suas taxas principais", considerou Blanchard.

ale/dm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG