Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas de Nova York fecharam com forte baixa nesta segunda-feira, sob influência negativa dos dados de vendas de veículos nos EUA, que apontaram forte queda em dezembro. Os agentes ponderam também que a queda dos principais índices acionários norte-americanos na sessão de hoje pode sugerir o embolso de lucro por parte dos investidores, após a alta acumulada na semana passada.

O Dow Jones fechou com queda de 0,91%, aos 8.952 pontos. O Standard & Poor´s 500 cedeu 0,47%, aos 927 pontos, e o eletrônico Nasdaq fechou aos 1.628 pontos, com recuo de 0,26%.

Entre os destaques do dias, as ações da Verizon fecharam em baixa de 6,69% (US$ 32,38) após as ações da empresa terem sido rebaixadas pelo Bernstein Research. Também cederam 6,57% (US$ 29,18) as ações do JP Morgan, devido a corte na projeção dos lucros feito pelo Deutsche Bank.

Os papéis da Apple se recuperaram e subiram 4,15% (US$ 94,52) após Steve Jobs assumir que tem problemas de saúde, que está tratando um desequilíbrio hormonal, mas que se manterá no comando da empresa.

Mesmo com dados piores de venda de carros no mês passado, as ações do setor automotivo fecharam no azul. Os papéis da Ford subiram 4,88% (US$ 2,58) e os da GM ganharam 1,64% (US$ 3,71). Os agentes ponderam que nesse setor o pior pode ter passado.

(Valor Online, com agências internacionais)