Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Após recorde, arrecadação da Receita cai em novembro

Depois de sucessivos recorde, a arrecadação de impostos e contribuições federais caiu em novembro e somou R$ 54,729 bilhões, segundo os dados divulgados hoje pela Secretaria da Receita Federal do Brasil. Segundo a Receita, o desempenho representa uma queda real (desconta a inflação) de 1,85% em relação a novembro do ano passado e de 16,74% na comparação com outubro deste ano.

Agência Estado |

O resultado de novembro quebra a seqüência de recordes alcançados nos demais meses do ano. Por exemplo, em outubro, a arrecadação teve valor recorde para o mês de R$ 65,5 bilhões. Um mês antes, em setembro, a Receita arrecadou R$ 55,6 bilhões, também recorde para o mês.

No acumulado do ano de janeiro a novembro, a arrecadação da Receita totaliza R$ 619,447 bilhões, o que representa um aumento real de 9,16% em relação ao mesmo período de 2007.

Imposto de Renda

A arrecadação da Receita Federal de novembro mostra uma reversão muito rápida do ritmo de crescimento dos principais tributos que estavam puxando a expansão das receitas do governo federal nos últimos anos: o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Dados da Receita mostram que a arrecadação do IRPJ apresentou uma queda real de 28,05% na comparação com novembro do ano passado e de 49,47% sobre outubro deste ano. Já a arrecadação da CSLL também apresentou queda em novembro, de 9,70% na comparação com o mesmo mês de 2007 e de 41,83% em relação a outubro de 2008.

A Cofins, que incide sobre o faturamento das empresas e é considerado um imposto "termômetro" do ritmo de atividade econômica, apresentou uma queda real de 4,96% em novembro ante outubro deste ano. Em relação a novembro do ano passado, a Cofins continua crescendo, embora em ritmo menor, de 3,77%.

O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) automóveis apresentou queda real de 27,64% em novembro ante outubro. A Receita Federal atribuiu essa queda à redução no volume de vendas. Em relação a novembro do ano passado, o IPI automóveis registra uma alta real de 5,11%.

Previdência

A receita previdenciária totalizou R$ 15,051 bilhões em novembro, segundo os dados divulgados pela Secretaria da Receita Federal. O valor representa um crescimento real de 0,74% em relação a outubro de 2008 e de 9,28% na comparação com novembro de 2007.

Ainda segundo os dados da Receita, no acumulado de janeiro a novembro, a receita previdenciária totaliza R$ 156,470 bilhões, o que representa um aumento real de 11,13% na comparação com o mesmo período de 2007.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG