BRASÍLIA - Depois de duas semanas de recesso, apenas nove parlamentares retornaram às atividades na Câmara. Hoje, no primeiro dia de trabalho no Congresso, as sessões foram apenas de debate, com poucos deputados e senadores presentes. Os presidentes da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), compareceram.

No Senado, a sessão foi dedicada a lembrar as obras e o trabalho do artista plástico Athos Bulcão, que morreu ontem no hospital Sarah em Brasília, onde estava internado.

Na Câmara, o pedido de Arlindo Chinaglia para que os deputados comparecem ao trabalho não adiantou. Com apenas nove parlamentares presentes, a sessão de debates durou menos de três horas.

As votações em plenário começam semana que vem. Com a pauta trancada por medidas provisórias, os senadores têm na agenda projetos como o que reduz a maioridade penal e o que acaba com as votações secretas no plenário em processos de cassação de mandato parlamentar.

A pauta também está trancada, na Câmara, por quatro medidas provisórias. Os líderes devem se reunir na próxima semana para definir a ordem das votações.

O segundo semestre deve ser mais curto no Congresso, por conta das eleições municipais de outubro.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.