tratoraço , campo ameaça série de protestos na Bolívia - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Após tratoraço , campo ameaça série de protestos na Bolívia

La Paz, 16 dez (EFE).- Os empresários agrícolas, que hoje protagonizaram um protesto na cidade boliviana de Santa Cruz chamado de tratoraço, anunciaram que se dispõem a empreender uma rede de mobilizações contra o Governo Evo Morales.

EFE |

O presidente da Câmara Agropecuária do Oriente (CAO), Mauricio Roca, disse à imprensa de Santa Cruz que o protesto "não é uma mobilização a mais", mas sim o início de uma "rede de manifestações" para defender seu direito ao trabalho.

O empresário frisou que os protestos terminarão somente quando "se restabelecerem os direitos no país" e que não estão dispostos a ser tratados da "pior maneira possível" como, segundo ele, o Governo faz.

Roca afirmou que os produtores agropecuários do leste do país estão em seu "momento crítico", tanto pelas dificuldades provocadas pela crise internacional como por medidas internas que o Executivo assumiu.

O Governo boliviano manteve este ano, durante vários meses, a proibição de exportar vários produtos agrícolas, com o argumento de que antes os empresários deviam assegurar um preço justo para o mercado local.

Os agropecuários pedem ao Governo políticas para solucionar a constante escassez de diesel e gasolina, mecanismos concretos para as exportações de vários produtos, além de maior apoio por considerarem que o país está perto de uma crise alimentícia.

"O Governo está dando passos concretos e certeiros para que a Bolívia deixe ser de uma país produtivo e se transforme em importadora de alimentos. Estamos fazendo o contrário do que fazem os países vizinhos que se prepararam para a época de vacas magras", disse à Agência Efe Luis Baldomar, assessor da CAO.

No protesto, impulsionado pelo setor empresarial de Santa Cruz, duro opositor do Governo Morales, os produtores marcharam durante 50 quilômetros até a cidade de Santa Cruz, aonde chegaram pouco depois do meio-dia.

O ministro de Desenvolvimento Rural e Agropecuário, Carlos Romero, disse à imprensa que a mobilização tem uma motivação "política", ao assegurar que o Governo já conversou com os líderes empresariais para solucionar suas reivindicações e tomar medidas que assegurem o abastecimento de combustíveis. EFE az/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG