Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Após fortes perdas com turbulência, GWI fecha fundo de ações

SÃO PAULO - As fortes perdas com ações fizeram o fundo de ações GWI FIA fechar para aplicações e resgates. Não está descartado também o encerramento do fundo.

Valor Online |

No ano, a carteira acumula perda de 89,04% até o dia 7 de outubro, enquanto o Índice Bovespa se desvalorizou 37,17% no mesmo período. Só na segunda-feira, quando o Índice Bovespa caiu 5,43%, o fundo teve uma perda de 35,86%. Ontem, mais um tombo: prejuízo de 47,38% ante queda de 4,66% do Ibovespa. As perdas desta semana, inclusive, já fazem a carteira ter retorno inferior ao Ibovespa desde o seu lançamento em 13 de fevereiro de 2004: perda de 23,48%, enquanto o índice tem alta de 74,04% do referencial. Os clientes, inclusive, já receberam fato relevante da gestora.

Segundo o comunicado, o Fundo será fechado a partir desta data para realização de aplicações e resgates. Além disso, foi convocada assembléia de cotistas para o dia 23 deste mês. No encontro os investidores irão decidir pela substituição da administradora, do gestor ou de ambos; reabertura ou manutenção do fechamento do fundo para resgates; e possibilidade do pagamento de resgates em títulos ou valores mobiliários, ou seja, poderá ser encerrado.

Gerenciado pela GWI Asset Management, gestora do coreano Mu Hak You, o desempenho tão abaixo do referencial chama a atenção, já que a carteira sempre apresentou ganhos muito acima do Ibovespa, o que lhe rendeu vários prêmios sobre gestão. Para se ter idéia, em maio, após o Brasil ser considerado grau de investimento e o Ibovespa atingir a marca histórica de 73.516 pontos, o fundo chegou a ter retorno acumulado de 777% desde o lançamento.

O fundo sempre fez muita operação a termo - contratos que estabelecem que um ativo será comprado no futuro por um preço fixado no presente. Para isso, dá como garantia uma parte do valor, que pode ser em ações da carteira. Como o mercado piorou, as operações que haviam sido realizadas no mercado a termo trouxeram fortes prejuízos ao fundo.

(Luciana Monteiro | Valor Econômico, para o Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG