Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Após alta de 6,8% em 2007, tráfego de passageiros desacelera em 2008

SÃO PAULO - O tráfego de passageiros nos aeroportos mundiais aumentou 6,8% no ano passado. No total, 4,8 bilhões de pessoas, o equivalente a 80% da população mundial, passaram pelos terminais aéreos do mundo, segundo levantamento do Conselho Internacional de Aeroportos (ACI, na sigla em inglês). O início deste ano, porém, indica uma desaceleração no ritmo de expansão do tráfego.

Valor Online |

Os relatórios mensais de tráfego para os cinco primeiros meses de 2008 mostram uma desaceleração, com um aumento de 3% tanto para passageiros como para carga, afirmou a diretora-geral da ACI, Angela Gittens. Apesar de ainda haver expansão, particularmente no tráfego internacional, vemos algumas nuvens no horizonte: a desaceleração econômica em alguns países e regiões, os altos preços do petróleo e as dificuldades das empresas aéreas, para citar algumas, acrescentou.

Segundo a executiva, ainda assim a perspectiva de longo prazo para o tráfego aéreo é positiva. Para a ACI, o movimento nos aeroportos mundiais deve crescer a uma taxa média de 4% ao ano pelos próximos 20 anos.

O ranking de aeroportos mais movimentados no mundo se manteve inalterado no ano passado. Atlanta recebeu o maior volume de tráfego de passageiros, com 89 milhões, seguido pelo aeroporto de O'Hare, em Chicago, com 76 milhões e de Heathrow, em Londres, com 68 milhões.

Considerando apenas o tráfego internacional, o aeroporto londrino de Heathrow foi o mais movimentado, com 48 milhões de passageiros, seguido pelo Charles de Gaulle, em Paris, com 55 milhões e por Schiphol, em Amsterdã, com 48 milhões.

De acordo com o ACI, as taxas mais altas de crescimento no tráfego de passageiros foram registradas no Oriente Médio (11,3%), na África (11,2%) e na região da Ásia e Pacífico (9,1%). O índice mais baixo de expansão foi observado na América do Norte, com aumento de apenas 3,5%. Segundo o ACI, isso é resultado da maturidade desse mercado, assim como dos problemas de congestionamento no setor aéreo da região.

A Europa registrou um aumento de 7,4% no movimento em seus aeroportos e já representa 31% de todos os passageiros do mundo. Caso a tendência de crescimento se mantenha, a região deve em breve ultrapassar a América do Norte, que fechou 2007 com fatia de 32% do tráfego mundial, como a maior área em termos de movimento de passageiros.

O levantamento do ACI mostra ainda que embora o número total de passageiros tenha aumentado quase 7%, houve expansão de apenas 2,4% nos movimentos de aeronaves. Isso indica que a indústria aérea mundial passou a utilizar aeronaves maiores e está operando com taxas de ocupação mais elevadas.

No total, segundo o ACI, houve 76,4 milhões de movimentos de aeronaves (pousos e decolagens) em todo o ano de 2007.

A entidade registrou também que o tráfego de carga nos aeroportos mundiais aumentou 3,2%, com o movimento de 88,5 milhões de toneladas. O ritmo de expansão foi ligeiramente inferior ao verificado no ano anterior, possivelmente por conta do aumento nos preços dos combustíveis que fizeram o tráfego de carga migrar para outros modais, afirmou o ACI.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG