Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Apex defende lobby de produtos brasileiros junto aos EUA e à UE

Rio, 28 - Os exportadores brasileiros deveriam fazer lobby técnico junto aos Estados Unidos e à União Européia para consolidar seus produtos durante a crise, defendeu o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Alessandro Teixeira, no encerramento do 28º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex). Este é o momento de consolidar os nossos produtos nos mercados tradicionais e para isso devemos ir além da promoção comercial tradicional, disse.

Agência Estado |

De acordo com ele, Rússia, Índia e China "fazem fortemente lobby técnico na Europa e nos Estados Unidos". Teixeira informou também que hoje o grupo BRIC (iniciais de Brasil, Rússia, Índia e China) responde por 26% das exportações mundiais. Ele prevê que o consumo privado e a renda devem ter variação negativa nos Estados Unidos e na União Européia no ano que vem.

O principal objetivo da Apex-Brasil, porém, é abrir e diversificar mercados para os produtos brasileiros, explicou. Ele exemplificou que as exportações para o Vietnã cresceram fortemente nos últimos anos e 70% delas são de produtos manufaturados. O segundo objetivo da Apex é atrair o maior número de empresas para o comércio exterior de forma a diversificar a pauta de exportações brasileira.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG