emergência econômica - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Apesar de expansão, Argentina prorroga emergência econômica

Buenos Aires, 10 dez (EFE).- A Argentina, que em 2008 completará um inédito ciclo de seis anos consecutivos de expansão econômica, prorrogou hoje a lei de emergência econômica, que dá ao Executivo atribuições excepcionais em matéria de economia.

EFE |

A prorrogação da lei, promulgada pela primeira vez em meio à severa crise de 2002, foi validada hoje pelo Senado por 47 votos a favor frente a 17 contra.

A iniciativa, que já tinha sido aprovada pela Câmara dos Deputados, estende a "emergência econômica" do país até 31 de dezembro de 2009.

A norma habilita o Executivo a renegociar contratos com empresas de serviços públicos e reordenar o sistema financeiro, bancário e o mercado cambial, entre outras faculdades extraordinárias.

"Estamos diante de um processo internacional de alta complexidade que ainda não sabemos como vai impactar na Argentina. Daí a necessidade de fundamentar mais um ano os instrumentos da emergência", justificou o senador Miguel Ángel Pichetto.

Calcula-se que a Argentina crescerá pelo menos 6,8% este ano, com o que somará seis consecutivos de crescimento econômico, após a recessão sofrida entre 1998 e 2002.

O Governo fixa para o próximo ano um crescimento de 4%, embora analistas privados ressaltem que a expansão estará em torno de 2,7% devido ao impacto da crise global. EFE nk/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG