Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Apesar de críticas de Amorim, Argentina mantém restrição a produtos brasileiros

O encontro entre os ministros de relações exteriores do Brasil, Celso Amorim, e da Argentina, Jorge Taiana, não deu fim ao impasse entre as duas nações no que diz respeito ao comércio bilateral. Taxando a restrição aos produtos brasileiros como normativa e não restritiva, Taiana disse que a exigência de licença prévia a cerca de 800 produtos vai continuar. Amorim, por sua vez, disse que tais medidas são contraproducentes, e que o Brasil não deve adotar prática semelhante. Um grupo de trabalho (GT) foi criado para tentar resolver a situação.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

"O Brasil prefere não tomar medidas [como a Argentina, exigindo licença prévia a produtos] por considerar que são contraproducentes. Nossa expectativa é que com conversas se encontre saídas para evitar medidas unilaterais", disse.

Sem adiantar que tipo de medidas podem ser tomadas, Amorim alegou que o grupo de trabalho deve encontrar formas "criativas" para ampliar o comércio bilateral. Disse ainda que, diferente de outros GT's, este vai dar resultados pois está "os mecanismos de integração estão vivendo a hora da verdade". Por isso, tais soluções devem ser "mutuamente satisfatórias".

Com a exigência de licença prévia para os produtos brasileiros, englobando itens da linha branca, marrom (rádios e televisores), de autopeças, da indústria têxtil, siderúrgica e vidros, as exportações brasileiras para a Argentina tiveram uma queda de 48,4% em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado ¿ US$ 641 milhões em 2009 contra US$ 1,3 bilhão em janeiro de 2008.

Por outro lado, as importações também tiveram uma queda ainda mais expressiva que a das exportações. O Brasil comprou 51,3% menos em janeiro quando comparado com o mesmo período do ano anterior ¿ US$ 608 milhões contra US$ 1,1 bilhão em janeiro de 2008.

Leia mais sobre comércio exterior

Leia tudo sobre: comercio exterior

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG