Tamanho do texto

SÃO PAULO - Apesar da baixa registrada no pregão desta sexta-feira, o Ibovespa ruma para um fechamento positivo no acumulado da semana. Há pouco, o índice recuava 0,47%, aos 71.447 pontos, e girava R$ 4,373 bilhões.

SÃO PAULO - Apesar da baixa registrada no pregão desta sexta-feira, o Ibovespa ruma para um fechamento positivo no acumulado da semana. Há pouco, o índice recuava 0,47%, aos 71.447 pontos, e girava R$ 4,373 bilhões. Se fechar próximo deste patamar, o Ibovespa poderá acumular alta de 0,44% desde segunda-feira. O mercado acionário brasileiro opera no sentido contrário ao das bolsas americanas, e é pressionado principalmente pelos papéis PN da Petrobras. Há instantes, as ações recuavam 1,08%, a R$ 35,42, e giravam R$ 438,1 milhões. A Petrobras confirmou na noite de ontem que negocia a venda da refinaria em San Lorenzo, na Argentina, e de outros ativos de distribuição. A estatal ressaltou, no entanto, que,"até o momento, nenhuma operação foi concretizada". Também contribuem para as perdas do Ibovespa as ações PNA da Vale, que recuam 0,05%, a R$ 50,92, os papéis ON da BM & FBovespa, que caem 1,19%, a R$ 12,44, e Gerdau PN, com baixa de 0,53%, a R$ 31,53. Vale lembrar que o Ibovespa subiu 1,40% na última sessão, aos 71.784 pontos. Em Wall Street, o índice Dow Jones subia 0,39%, enquanto o S & P 500 ganhava 0,43% e o Nasdaq tinha alta de 0,47%. (Beatriz Cutait | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.