Embora reconheça que a posição da Net Serviços seja de cautela e conservadorismo, o diretor-financeiro e de Relações com Investidores da empresa, João Elek, disse que continua positivo em relação a 2009. Segundo ele, até o momento a Net não detectou desaceleração ou desaquecimento da demanda por seus serviços - TV por assinatura, banda larga e telefonia.

"Dada a baixa penetração destes serviços no País, enxergamos que temos boas oportunidades a explorar neste ano", afirmou, durante teleconferência com analistas.

Ele destacou, também, que a Net não está desmobilizando equipes de vendas em virtude da crise. "O telemarketing está ativo, as verbas de propaganda seguem normais", comentou, destacando que a Net continuará com seus aportes na área comercial para preservar o crescimento da base de clientes em 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.