Tamanho do texto

De acordo com analistas, mesmo otimista em relação ao seu negócio, o empresariado está mais cauteloso sobre demais aspectos

A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o 3º trimestre de 2010, divulgada nesta segunda-feira, mostra que 59% dos empresários entrevistados, em todo o País, vão rever suas estimativas de faturamento para o período, com base no 2º trimestre.

Segundo a Serasa, o setor de serviços concentra 86% das empresas que acreditam em um faturamento superior no 3º trimestre e revêem suas estimativas. Na sequência está o comércio (84%) e a indústria (79%).

Na análise por porte, as médias e pequenas empresas lideram o otimismo no período, com 85% e 84% de seus empresários, respectivamente, acreditando em um faturamento maior. Nas grandes empresas, são 74% compartilhando da mesma opinião.

Na expectativa regional, o Nordeste (91%) e o Norte (90%) congregam a maior parcela de empresários que consideram um faturamento superior no 3º trimestre em relação ao período anterior. A seguir estão o Centro-Oeste (88%), Sudeste (86%) e Sul (74%).

Em relação ao faturamento para o ano, 73% dos empresários entrevistados percebem um faturamento maior de seu negócio em 2010, na comparação com o ano passado. Outros 19% acham que o faturamento se repetirá e apenas 8% acreditam na queda.

Investimentos

A pesquisa da Serasa apontou também que, no 3º trimestre de 2010, 33% das empresas nacionais vão ampliar seus investimentos, 54% vão mantê-los conforme planejado, 3% promoverão cortes e 10% vão postergá-los.

De acordo com análise da Serasa, mesmo otimista em relação ao seu negócio, o empresariado nacional está mais cauteloso sobre os demais aspectos. "O atual aperto monetário, com elevação da Selic e perspectiva de novas correções, com impactos diretos nos juros e na redução do nível da atividade econômica, deixa o empresário brasileiro mais atento às questões de investimento, crédito e geração de empregos."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.