A AOL, uma das unidades da Time Warner, anunciou a demissão de 700 empregados - o equivalente a 10% de seu quadro de funcionários - devido a um declínio acentuado na receita obtida com anúncios e a mudanças estruturais da empresa, de acordo com o Wall Street Journal. Os cortes ocorrerão ao longo dos próximos trimestres, mas grande parte das demissões nos EUA serão concluídas até março, segundo o executivo-chefe da companhia, Randy Falco, em um memorando para os funcionários. A AOL também suspenderá os aumentos de salário baseados no desempenho dos funcionários neste ano.

"O aprofundamento da recessão econômica afetou todos os setores da economia, incluindo o nosso. As empresas diminuíram as compras de anúncios de forma geral, reduzindo os gastos em centenas de milhares de dólares", afirmou Falco.

A Time Warner divulgará os resultados do quarto trimestre na próxima quarta-feira. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.