SÃO PAULO - A empresa aérea escandinava SAS anunciou nesta terça-feira um prejuízo líquido de 6,3 bilhões de coroas suecas (US$ 757 milhões) em 2008. Além disso, a companhia disse que realizará um grande plano de corte de custos para tentar reverter o prejuízo.

A receita operacional da empresa no período atingiu o montante de 53,195 bilhões de coroas suecas.

"O ano 2008 irá para a história provavelmente como um dos mais desafiadores e turbulentos que toda a indústria de aviação já experimentou", afirmou em nota Mats Jansson, executivo-chefe da companhia.

Como parte de seu plano de enxugamento de custos, a empresa reduzirá o número de suas rotas e eliminará 3 mil funcionários. Outros 5,6 mil empregados deixarão a força de trabalho da aérea com a venda ou terceirização de divisões. A SAS, que atualmente emprega quase 23 mil pessoas, também irá manter em solo 14 aeronaves.

"Para lidar com a recessão global, nossa estratégia compreende o foco no mercado doméstico nórdico, o foco nos voos de negócios, nova e eficiente organização e melhoria na base de custos", observou Jansson.

(Vanessa Dezem | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.