O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, disse hoje que há a possibilidade de o governo antecipar um novo aumento na proporção de biodiesel a ser adicionado ao óleo diesel ainda este ano. Segundo ele, em vez da atual mistura de 3%, seriam 4%.

Atualmente, a legislação prevê apenas que a mistura B5 (5%) comece a valer a partir de 2013.

Segundo o superintendente de Abastecimento da reguladora, Edson Silva, já há capacidade ociosa na produção de biodiesel e este volume poderia ser aproveitado para elevar a mistura de B3 para B4. Ele estima que com a adição de 4% seriam necessários 1,6 bilhão de litros do biodiesel no País, em vez de 1 bilhão atualmente. A capacidade atual de produção nas 62 unidades processadoras é de 3 bilhões de litros, disse Silva.

Ele lembrou que a adição de 3% contribuiu para uma economia de R$ 1 bilhão na balança comercial ao permitir uma menor importação de diesel. Apesar da contribuição do biodiesel, o volume importado foi de 12,7% do total de diesel consumido no País, volume maior do que os 9,8% de importação em 2007. Se não fosse pelo biodiesel, a importação representaria 15,2% do total consumido no País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.