SÃO PAULO - A cervejaria norte-americana Anheuser-Busch enviou um comunicado hoje aos seus acionistas recomendando que eles não tomem nenhuma atitude, nem assinem ou respondam qualquer documento que eles possam receber no futuro da InBev pedindo consentimento para a troca dos membros do conselho da companhia.

A InBev informou hoje que entrou com pedido preliminar na Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos) com objetivo de obter a permissão de propor aos acionistas da empresa uma nova composição do conselho. A empresa inclusive divulgou uma lista com indicação de 13 nomes para o órgão, entre os quais está Adolphus A. Busch IV, tio do atual dirigente da companhia americana, August A. Busch IV.

Já no dia 26 do mês passado, a InBev tinha procurado a Justiça do estado americano de Delaware em busca de uma declaração legal de que os acionistas da fabricante da Budweiser poderiam remover sem justa causa todos os 13 diretores da empresa, mediante um pedido por escrito.

No comunicado em que pede que os acionistas rejeitem a proposta da cervejaria belgo-brasileira, a Anheuser-Busch diz que os investidores devem se perguntar se os conselheiros indicadores pela InBev negociariam uma melhor transação para os acionistas da AB.

No dia 11 de junho, a InBev propôs pagar US$ 65 em dinheiro por ação da Anheuser, numa transação avaliada em US$ 46,3 bilhões. No dia 26, o conselho da empresa americana recusou formalmente a oferta, considerando ela financeiramente inadequada.

Para convencer os acionistas a não aceitarem a proposta de compra da InBev, a Anheuser-Busch lança mão de diversos tipos de argumento. Ela diz, por exemplo, que a proposta feita não é uma oferta firme em termos legais, e que pode inclusive ser reduzida. É apenas um convite para negociação, diz.

A empresa ressalta ainda que os acionistas precisam ser alertados de que a InBev, por meio de uma subsidiária, tem uma importante parceria com o governo de Cuba para produzir e distribuir produtos naquele país.

A Anheuser-Busch informou que nos próximos dias vai registrar na SEC e enviar aos acionistas um documento para que eles se manifestem, também por escrito, para recusar a proposta da InBev.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.