Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aneel é favorável à antecipação de obras de Jirau, diz Kelman

SÃO PAULO - O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Jerson Kelman, disse hoje que o órgão enviou ao Ibama um ofício pelo qual se manifestou favoravelmente ao início das obras não definitivas da usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira (RO). O executivo enfatizou, no entanto, que a decisão final sobre o tema cabe ao órgão ambiental e que o envio do ofício não significa que o projeto básico do empreendimento foi aprovado, o que ainda não aconteceu.

Valor Online |

Kelman explicou que a permissão para o início das obras não definitivas - que tratam basicamente da instalação dos canteiros e das ensecadeiras - tem apenas motivação ambiental. Segundo ele, o adiantamento dessa etapa do empreendimento descartaria a necessidade da contratação de uma usina térmica, movida a óleo combustível e com potência de 1 mil MW, no leilão de energia nova que será realizado no ano que vem, com entrega de energia prevista para 2012.

Neste mesmo ano, caso tenha as obras antecipadas, Jirau já teria capacidade de gerar 680 MW médios, compensando, nas contas da Aneel, a usina térmica, mais poluente, que deixaria de ser contratada. "Se fizermos isso, deixaríamos de consumir um volume de 200 mil toneladas de óleo e de emitir 600 mil toneladas de CO2", informou Kelman.

Ele explicou ainda que no caso de o projeto básico da usina ser reprovado pela Aneel ou pelo Ibama, o consórcio responsável pela obra teria que retirar todos os equipamentos provisórios instalados, sem o direito de fazer qualquer questionamento.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG