Manágua, 27 fev (EFE).- A construtora brasileira Andrade Gutiérrez assinou um acordo com o Governo da Nicarágua para elaborar estudos técnicos financeiros a fim de desenvolver o projeto hidrelétrico Brito, no sul deste país.

Este acordo foi assinado nesta quinta-feira pelo vice-presidente da Andrade Gutiérrez, Ronaldo Pereira, e o ministro nicaraguense de Energia e Minas, Emilio Rappaccioli.

Segundo eles, este estudo estabelecerá os custos do investimento, inicialmente previsto em US$ 600 milhões, e o financiamento para a usina, com a qual pretendem gerar 250 megawatts.

O projeto, que inclui a construção de duas represas, será feito nas províncias de Rivas e Río San Juan, na fronteira com a Costa Rica, e utilizará as águas do Lago de Nicaragua para a regulação dos açudes.

A previsão é de que ele fique pronto em 2014. EFE fm/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.