Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Anatel pode abrir reuniões do conselho

A conselheira Emília Ribeiro, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), apresentou uma proposta para tornar públicas as reuniões do conselho diretor da agência. A sugestão de mudança no regimento da Anatel foi posta ontem em consulta interna para que sejam ouvidos funcionários do órgão regulador sobre o assunto.

Agência Estado |

"As reuniões abertas trazem publicidade, credibilidade e estabilidade para as decisões da Anatel", disse Emília. A conselheira afirma que a abertura das reuniões é uma prática contemporânea e está em harmonia com o princípio constitucional, que "não mais comporta o sigilo como regra, senão como medida excepcional".

A conselheira contesta a tese, já defendida por atuais e ex-conselheiros da Anatel, de que as reuniões não podem ser públicas porque as decisões da agência têm forte impacto no mercado financeiro. Ela cita o exemplo da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que realizam sessões de julgamentos abertas ao público e que também tratam de temas de interesse econômico. No caso da Aneel, as reuniões podem ser acompanhadas pela internet.

Depois de receber as sugestões dos funcionários, a conselheira encaminhará a proposta à Procuradoria da Anatel e ao conselho diretor da agência, o que deverá ocorrer ainda neste semestre. Ela propõe também que os documentos que fundamentam as decisões também sejam liberados. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG