A procuradora-geral da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ana Luiza Valadares, informou há pouco que a Agência conseguiu derrubar a liminar que proibia a Anatel de votar a proposta de reformulação do Plano Geral de Outorgas (PGO). A decisão de cassar a liminar foi do presidente em exercício do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região, desembargador Antônio Ezequiel.

A Anatel deverá retomar em instantes a sessão de votação do PGO.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.