Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Anatel aprova venda da Intelig para Docas Investimentos

BRASÍLIA (Reuters) - O conselho da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, nesta quinta-feira, a venda da Intelig Telecom para a Docas Investimentos. O grupo Docas pertence ao empresário Nelson Tanure, que também controla os jornais Gazeta Mercantil e Jornal do Brasil e pretende fazer da operadora seu ingresso no segmento de telecomunicações.

Reuters |

A compra foi anunciada em janeiro deste ano, por um valor não revelado, e desde então aguarda aprovação do órgão regulador.

O que atrasou o processo, no entanto, foi o pedido de dois bancos credores da Intelig --UBS e Deutsche Bank-- de acompanharem a análise da agência como partes interessadas.

A Intelig estava à venda há cerca de quatro anos, depois que seus sócios National Grid, Sprint e France Telecom desistiram de atuar no Brasil.

A empresa começou a operar em 2000 como concorrente da Embratel na longa distância e tem como maior ativo uma rede composta de 500 mil quilômetros de fibras.

FIM DA CONSULTA PÚBLICA

Os conselheiros também descartaram a prorrogação da consulta pública sobre o novo Plano Geral de Outorgas (PGO) e o Plano Geral de Regulamentação (PGR), cujo prazo termina na sexta-feira.

O prazo inicial para o fim do recebimento de sugestões estava marcado para 17 de julho, mas já foi estendido por 15 dias.

Segundo o conselheiro Antonio Bedran, a agência 'recebeu diversos pedidos de adiamento', mas concluiu que não havia necessidade.

'O prazo de 30 dias, que já havia sido prorrogado para um total de 45, é suficiente para que as pessoas possam meditar, refletir, deliberar e propor sugestões e modificações', disse Bedran.

(Por Isabel Versiani e Taís Fuoco, Edição de Alexandre Caverni)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG