Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Analistas preveem que Alemanha crescerá 3,4% em 2010

Berlim, 9 set (EFE).- Dois centros de estudos econômicos previram hoje que a economia da Alemanha crescerá 3,4% neste ano, o que representa a maior taxa de crescimento desde a reunificação do país, em 1989.

EFE |

Berlim, 9 set (EFE).- Dois centros de estudos econômicos previram hoje que a economia da Alemanha crescerá 3,4% neste ano, o que representa a maior taxa de crescimento desde a reunificação do país, em 1989. Os números apresentados hoje pelo Instituto da Economia Mundial de Kiel (IfW) e o Instituto de Economia de Hamburgo (HWWI) superam as previsões do Executivo federal, que em seu último relatório assinalou que o Produto Interno Bruto (PIB) chegará a 3% em 2010. "Na Alemanha, a conjuntura acelerou neste ano claramente mais que na maioria dos demais países industrializados", afirma o documento do IfW. O principal catalisador desta alta é a demanda doméstica, já que o setor exportador segue debilitado pela crise econômica. Para o próximo ano, os analistas do IfW consideram que a Alemanha voltará a taxas mais modestas de crescimento e que o PIB aumentará em torno de 1,7%. Além disso, os pesquisadores desse centro de estudos, que assessora o Governo alemão, esperam que o número de desempregados volte a cair para baixo dos 3 milhões em 2011. "Esperamos que a economia alemã se mantenha sólida no futuro, embora ainda estejamos em uma dinâmica ligeiramente lenta", aponta o documento. A última previsão do Bundesbank situava as previsões de crescimento para este ano em 3%. O próximo relatório conjuntural do Governo alemão não será publicado até outubro, mas o Ministério das Finanças já assinalou que poderia realizar uma correção para cima devido ao positivo comportamento da economia. EFE jpm/sa

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG