Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Anac: preços da ponte aérea Rio-SP sobem 189%

Os preços das passagens aéreas no Brasil têm aumentado, apesar da queda nas cotações internacionais do petróleo, de acordo com reportagem divulgada esta manhã pelo programa Bom Dia, Brasil, da TV Globo, que cita dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Levantamento da agência mostra que os preços das passagens na ponte aérea Rio-São Paulo, por exemplo, aumentaram 189% em um ano e, no trajeto São Paulo-Curitiba-São Paulo, mais de 150%.

Agência Estado |

As empresas aéreas alegam que a elevação das tarifas foi necessária por causa do aumento nos preços do petróleo e da alta do dólar. A alegação contradiz o fato de que os preços internacionais do petróleo apresentaram queda em um ano. Em 2007, a matéria-prima (commodity) chegou a ser negociada a US$ 147,00 o barril, mas, nos últimos 12 meses até outubro, caíram cerca de 40%. Além disso, a cotação do dólar foi muito baixa até o início de setembro, quando se agravou a crise financeira internacional.

Analistas ouvidos pela TV Globo apontaram como uma das principais causas dos altos preços das passagens a existência de apenas duas grandes empresas aéreas no País, que concentram 92% dos vôos nacionais. A TAM disse à emissora que o aumento médio no preço das passagens dos vôos domésticos em 2008 deve ficar em 7% e que as tarifas atuais são menores, em média, do que as de 2006. A Gol disse que nada pode declarar, porque nos próximos dias divulga seu resultado financeiro do terceiro trimestre deste ano.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG