Ao todo, 18 já foram notificadas pela Agência Nacional de Aviação Civil

SÃO PAULO - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já notificou 18 companhias aéreas pelo descumprimento da resolução que ampliou a partir do dia 13 de junho os direitos dos passageiros. Segundo o órgão regulador, já responderam oficialmente à notificação a Avianca (nova marca adotada pela OceanAir) e as estrangeiras American Airlines, Copa, Iberia, JAL, Korean Airlines, TAP e United Airlines. Essas empresas se comprometeram a cumprir os novos requisitos.

As demais companhias notificadas foram a Aerolíneas Argentinas, a Air China, a TAAG, a Aeroméxico, a British Airways, a Delta Airlines, a EL AL, a Emirates, a South African e a Taca.

As equipes da Anac que estão fiscalizando os principais aeroportos do país verificaram problemas como a ausência ou a insuficiência de informação aos passageiros, além da falta de treinamento dos funcionários das companhias nos aeroportos a respeito da regulamentação.

A agência diz que começou a distribuir cartilhas sobre os direitos dos passageiros no atendimento das empresas aéreas. As mudanças instituem normas como o reembolso integral da passagem no caso de atraso do voo no aeroporto de escala ou conexão, ou a exigência de informações sobre reacomodação em outro voo pelas companhias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.