A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta tarde que não foi comunicada oficialmente da mudança de capital na Volo do Brasil, controladora da VarigLog. A agência também informou que vai acatar decisão da Justiça Federal de Brasília, que impede o início do processo de cassação da concessão da VarigLog, que seria iniciado hoje porque a companhia está sendo controlada 100% pelo fundo de investimentos Matlin Patterson, após decisão da Justiça de São Paulo, o que contraria o Código Brasileiro de Aeronáutica.

A Anac havia determinado prazo de 30 dias para que a VarigLog se readequasse às normas do setor aéreo, com prazo final hoje. A companhia passou a ser controlada apenas pelo Matlin, cujo representante no Brasil é o chinês Lap Wai Chan, por causa de uma disputa judicial, que levou à dissolução da sociedade com os brasileiros Marco Antonio Audi, Luiz Eduardo Gallo e Marcos Haftel, que originalmente tinham 80% do capital votante da VarigLog. O Matlin tinha os 20% restantes.

Ontem, a Volo do Brasil comunicou novos sócios no controle da empresa. A chinesa naturalizada brasileira Chan Lup Wai Ohira, irmã de Lap Chan, com 51% das ações da companhia que pertenciam aos sócios brasileiros, e o americano também naturalizado brasileiro Peter Marcussen Miller, funcionário do Matlin, que pretende comprar 29% dos papéis restantes.

Leia mais sobre a VarigLog

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.