A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a empresa Nordeste Linhas Aéreas S.A, em recuperação judicial, a explorar serviço público de transporte aéreo não regular de passageiros, cargas e mala postal.

Mas para isso, de acordo com decisão da Anac, publicada hoje no Diário Oficial da União, a empresa aérea terá que estar em dia com o INSS, o FGTS e a Fazenda Nacional.

Em outra decisão, a Anac autoriza a empresa estrangeira Korean Air Lines, de nacionalidade coreana, a operar serviços aéreos regulares de passageiros, carga e mala postal em território brasileiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.