#145;Forasteiros #146; em Detroit - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

#145;Forasteiros#146; em Detroit

Primeira mostra automotiva de 2009, o Salão de Detroit (EUA) vai de 11 a 25 de janeiro. E essa edição promete ser a mais sombria de sua já centenária história.

Agência Estado |

A crise econômica mundial, que tem nos Estados Unidos seu principal foco, arrasa a indústria automobilística do país e, por enquanto, as marcas "estrangeiras" dominam a lista de novidades da feira.

Entre elas, as alemãs BMW e Mercedes-Benz, a sueca Volvo, a italiana Maserati e a japonesa Subaru mostraram modelos que estrearão em Detroit.

No estande da primeira, a principal estrela será a nova geração do Z4. A Mercedes-Benz, por enquanto, confirmou o protótipo ecológico BlueZero e uma série especial do SLR McLaren, em homenagem ao piloto inglês Stirling Moss, que teve muitas glórias nos anos 50 com o 300 SLR.

O biposto sem capota e pára-brisa tem motor V8 de 650 cv e começa a ser feito em junho do ano que vem numa edição limitada a 75 unidades pelo preço de 750 mil euros cada (aproximadamente R$ 2,5 milhões). Mas não basta ter dinheiro. Só os atuais proprietários do SLR McLaren poderão comprá-lo.

Já a Volvo levará um conceito que antecipa o próximo S60. Da Maserati, a atração será a versão GT S do Quattroporte Sport.

O destaque da Subaru será o renovado Legacy. Outra japonesa, a Honda, já havia anunciado a estréia da versão definitiva do híbrido Insight, mostrado como protótipo no Salão de Paris.

Crise e ausências - Até o fechamento desta edição, a única atração antecipada pelas donas da casa, Ford, GM e Chrysler, foi a nova geração do Chevrolet Equinox. O crossover, que só tinha motores V6, ganhou um quatro-cilindros.

A crise afetou até os superesportivos. A Ferrari não irá e, pelo segundo ano consecutivo, a Porsche ficará de fora do salão. Rolls-Royce, Mitsubishi e Nissan também não participarão.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG