#145;Concentração do setor de açúcar e álcool é bem-vinda #146; - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

#145;Concentração do setor de açúcar e álcool é bem-vinda#146;

O movimento de consolidação que o setor sucroalcooleiro deve atravessar por causa da crise será bem-vindo e necessário, na opinião do diretor-presidente da ETH Bioenergia, José Carlos Grubisich. Para ele, a atual fragmentação do setor é um obstáculo para investimentos em modernização e expansão.

Agência Estado |

"A concentração irá permitir que o setor consolide sua migração para o setor de energia, que hoje permanece prejudicado pelas escalas insuficientes."

Isso deve promover a sinergia e a geração de caixa e é um "freio de arrumação" necessário, diz Grubisich. O executivo afirma que a crise tem provocado impactos profundos. "Empresas que decidiram realizar investimentos importantes em greenfields sem ter estrutura de capital para ter um perfil de endividamento compatível com o retorno do projeto vão atravessar sérias dificuldades", disse. Segundo ele, mesmo as de grande porte devem atravessar dificuldades.

Ao mesmo tempo, ressalta que o mercado de açúcar e álcool se expande a taxas expressivas, com as empresas se voltando para o mercado de energia. "O mercado de açúcar vai continuar sendo importante para o setor por conta da maior facilidade em se conseguir funding para exportação, mas o foco será cada vez mais em etanol e co-geração."

Grubisich afirmou que a ETH não vai atrasar seu cronograma de investimentos nem alterar a estratégia de expansão, de chegar em 2015 moendo 40 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. As três usinas programadas para entrar em operação na safra de 2009 e 2010 não serão adiadas e contarão crédito de cerca de R$ 1,5 bilhão do BNDES.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG