criativos contra crise - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Amorim diz que Brasil e Argentina precisam ser criativos contra crise

Brasília, 16 fev (EFE).- O ministro das Relações Exteriores Celso Amorim afirmou hoje que Brasil e Argentina devem ser criativos e buscar fórmulas que permitam que ambos avancem na integração, apesar dos obstáculos criados ao Mercosul pela crise financeira global.

EFE |

"Não creio que haja fórmulas fáceis, mas o importante é poder reforçar a integração", afirmou Amorim, que amanhã receberá em Brasília o chanceler argentino, Jorge Taiana.

A crise financeira internacional provocou alguns temores no Mercosul, formado também por Uruguai e Paraguai, no sentido de que possa originar medidas "protecionistas" no interior do bloco.

Na semana passada, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, insinuou que o Brasil deveria restringir a entrada de certos produtos argentinos, perante a decisão do país de exigir licenças de importação para pelo menos sete setores produtivos desde outubro.

Há duas semanas, o Governo brasileiro anunciou que exigiria uma licença prévia para a importação de 60% de produtos adquiridos no exterior, mas voltou atrás, pressionado pelas críticas de países vizinhos e empresários nacionais.

Para Amorim, "é preciso encontrar fórmulas para superar esta crise" sem afetar o processo de integração nem no Mercosul nem do resto da América do Sul.

"Devemos buscar formas financeiras, monetárias, que nos ajudem a trabalhar em conjunto no meio desta crise", assegurou o ministro, que reconheceu que o comércio entre Brasil e Argentina "caiu muito este ano", e "isso não é bom". EFE ed/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG