Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Americanos sinalizam aceitar proposta norte-coreana de desarmamento

SÃO PAULO - O impasse que restabeleceu a tensão entre a Coréia do Norte e o grupo de cinco países que pede o seu desarmamento nuclear pode estar perto do fim. A equipe dos EUA, chefiada por Christopher Hill, tem dado sinais de que está disposta a aceitar uma proposta lançada pelos norte-coreanos nos últimos dias.

Valor Online |

O conteúdo da proposta não veio a público oficialmente, mas informações dão conta de que a Coréia do Norte pede para ser retirada da "lista negra" de países que apóiam o terrorismo, ameaçando retomar a produção de artefatos nucleares caso suas condições não forem atendidas. Outra reivindicação estaria ligada à insatisfação de Pyongyang com os mecanismos de inspeção nuclear em seu território.

Aparentemente dispostos a aceitar as condições de Pyongyang, os EUA estariam agora trabalhando para convencer os outros países a fazer o mesmo, sendo que o Japão agora é o que oferece maior resistência. O presidente americano George W. Bush estaria só esperando um sinal verde dos negociadores para assinar o acordo.

Enquanto isso, a Coréia do Norte continua defendendo sua posição. Hoje, os inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) - pertencentes aos quadros da ONU - foram impedidos de entrar no país. Além dos EUA e Japão, também participam da mesa de negociações a Coréia do Sul, Rússia e China, além dos próprios norte-coreanos.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG