Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

American Airlines tem perdas de US$ 1,731 bilhão nos 9 primeiros meses do ano

Nova York, 15 out (EFE).- A AMR, empresa matriz da companhia aérea American Airlines, anunciou hoje que nos nove primeiros meses do ano perdeu US$ 1,731 bilhão por causa do aumento do preço do combustível, em comparação a um lucro líquido de US$ 573 milhões no mesmo período do ano anterior.

EFE |

A American Airlines teve entre janeiro e setembro de 2008 uma perda por ação de US$ 6,84, em comparação a um ganho de US$ 1,98 por título nos nove primeiros meses de 2007.

A maior parte das perdas aconteceu no primeiro semestre de 2008, quando a companhia aérea teve um prejuízo líquido de US$ 1,776 bilhão.

A empresa, com sede em Fort Worth (Texas), informou na hora de apresentar resultados que pagou nos nove primeiros meses do ano 50% a mais pelo combustível de aviação que no mesmo período de 2007.

A American Airlines faturou US$ 18,297 bilhões entre janeiro e setembro de 2008, o que representa um aumento de 6,1% em comparação aos nove primeiros meses do ano passado, nos quais teve receita operacional de US$ 17,252 bilhões.

A companhia também anunciou que comprará 42 aviões Boeing 787-9 Dreamliners - mais eficientes do ponto de vista do consumo de combustível - pelo valor de US$ 8 bilhões.

Embora os preços do petróleo tenham caído nos últimos meses, o presidente e executivo-chefe da AMR, Gérard Arpey, se mostrou preocupado através de um comunicado de imprensa pela "incerteza econômica e o que esta poderia significar para a demanda de viagens".

No terceiro trimestre a companhia teve lucro de US$ 45 milhões (US$ 0,17 por ação), 74,3% a menos que no mesmo trimestre de 2007, em que teve um lucro líquido de US$ 175 milhões (US$ 61 por título).

A fatura de combustível da American Airlines no terceiro trimestre foi 56,1% maior que a do mesmo período do ano anterior, por causa dos preços recordes do petróleo.

A AMR disse que no terceiro trimestre pagou US$ 3,57 por galão (3,78 litros) de combustível de aviação em comparação aos US$ 2,17 no mesmo período de 2007.

A companhia aérea americana teve receita operacional no terceiro trimestre de US$ 6,421 bilhões, o que representa um aumento de 8% com relação ao mesmo período do ano anterior, no qual faturou US$ 5,946 bilhões. EFE bj/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG