Tamanho do texto

A American Airlines planeja demitir pelo menos 1.300 mecânicos e 200 executivos, como resultado de sua decisão de retirar de sua frota os aparelhos A300 até 2009, anunciou o grupo em uma carta a seus funcionários, que foi divulgada pela imprensa americana nesta sexta-feira.

O grupo já havia anunciado que demitiria 900 membros do pessoal de bordo e 200 pilotos. A empresa pretende promover demissões voluntárias, ou antecipar aposentadorias.

As grandes companhias aéreas americanas, que conheceram importantes perdas com o aumento dos preços dos combustíveis, decidiram, em massa, reduzir sua frota e seus vôos, além de multiplicar seus anúncios de corte de vagas. A meta é demitir até 20.000 empregados até o final de 2009.

O grupo registrou uma perda líquida de 1,4 bilhão de dólares no segundo trimestre, depois de um lucro de 317 milhões no ano anterior. A elevação dos preços do petróleo aumentou em 838 milhões de dólares suas contas com combustível.

leb/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.