Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

América Latina e Caribe só usam 21% do potencial energético

Bogotá, 9 jul (EFE) - A América Latina e o Caribe têm um potencial de energia hidráulica equivalente a 194 bilhões de barris de petróleo, mas só utilizam 21% devido ao alto preço do petróleo, disse hoje o secretário da Organização Latino-Americana de Energia (Olade), Carlos Arturo Flórez Piedrahíta. O potencial de energias alternativas da região, como a eólica e a solar, é de 13.500 barris equivalentes de petróleo (bep) e só utilizamos um quinto, disse Flórez Piedrahíta no Segundo Congresso Internacional Andino e Centro-Americano de Energia (ACA), inaugurado hoje em Bogotá e que termina na sexta-feira.

EFE |

O funcionário colombiano afirmou que esse potencial deve ser levado em conta perante a crise mundial pela alta nas cotações do petróleo que superaram os US$ 150 o barril.

Ele especificou que as reservas petrolíferas da América Latina e do Caribe são suficientes para 32 anos, as de gás, para 29, e as de carvão, para 460 anos.

Flórez Piedrahíta indicou que a demanda energética da região latino-americana e do Caribe crescerá 73% nos próximos dez anos cerca de oito mil bep e, por isso, recomendou "diversificar a matriz energética", ou seja, a relação de fontes de energia.

A Olade, com sede em Quito, foi criada em 1973 e atualmente reúne 26 países da América do Sul, da América Central e o Caribe.

Este segundo congresso energético, do qual participam especialistas e funcionários de empresas de mais de 12 países foi organizado pelas companhias IBC América Latina e Business News Americas (BNA). EFE gta/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG