Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ameaça de bomba paralisa leilão de energia na CCEE

Uma ameaça de bomba na sede da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo, suspendeu por alguns instantes a realização do leilão de energia nova, que contratará a demanda do mercado para 2013, denominado A-5. O edifício foi evacuado.

Agência Estado |

De acordo com o presidente do conselho de administração da CCEE, Antônio Carlos Machado, o leilão permanecerá suspenso até que a verificação seja concluída. Inicialmente, o leilão estava marcado para começar às 10h.

Pouco antes, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) havia distribuído nota comunicando que as usinas MC2 Gravataí e MC2 Osório haviam sido excluídas do leilão por decisão da Justiça gaúcha, que havia anulado a licença prévia dos empreendimentos. Até o momento, não há informações sobre o retorno da usina Baixo Iguaçu ao leilão, que fora excluída ontem do certame por força de uma liminar obtida pelo Ministério Público do Paraná. Com isso, o número do número de empresas geradoras do leilão cai de 51 para 48.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG