Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Aluguel de Petrobras sobe, mesmo com alta do papel

SÃO PAULO - Mesmo com o preço das ações da Petrobras ganhando força nos últimos dias, as apostas de queda no preço do papel seguiram aumentando. Tal constatação é obtida pela análise do aluguel de ações da estatal, que subiu em 4,17 milhões de papéis no pregão de ontem (9), para 66,57 milhões de ações. Cabe lembrar que o aluguel de ações pressupõe a expectativa de queda de preço do ativo, pois o agente pega o papel alugado e vende, na expectativa de recomprar a um preço mais baixo depois. Segundo o diretor do portal InvestCerto, Luiz Rogé, que faz o acompanhamento diário das posições, tal estratégia é bastante utilizada em períodos negativos do mercado. Mas como o momento atual é de valorização da Bolsa e em especial das ações da Petrobras, essas apostas de baixa chamam atenção.

Valor Online |

"Essa divergência chama atenção. Quando o papel sobe, o normal é a redução dos aluguéis."
De acordo com o especialista, alguns agentes podem estar apostando em alguma reversão de humor ainda na semana, já que a agenda reserva dados relevantes sobre a economia chinesa. "Não dá para ter certeza, mas montando esse quebra-cabeça, tem agentes se posicionamento dessa forma."
(Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG